MANUAL DE DISCIPULADO: CRESCIMENTO EMOCIONAL II




CRESCIMENTO EMOCIONAL II

Lição 18

V – UMA ANÁLISE DA ALMA

A alma é a sede da personalidade do homem. Os elementos que nos tornam seres humanos distintos um do outro pertencem a alma: intelecto, pensamento, idéias, amor, emoção, escolha, decisão, etc.

FUNÇÕES DA ALMA

a)     vontade – todo o exercício da vontade tem sua fonte na alma. (Ez. 16:27; Jr. 44:14). É a força que leva a pessoa tornar um pensamento em ação real;
b)     pensamento – é a capacidade do raciocínio, do conhecimento;
c)   emoção – é a parte sensitiva da alma. Podemos dividir as emoções em três grupos:

-       emoções advindas de afeições (I Sm. 18:1; Ct. 1:7);
-       emoções que provocam desejo (Dt. 14:26; Ez. 24:21);
-       emoções advindas de um sentimento (Lc. 2:35; I Sm. 30:6);

O QUE É A ALMA?

a)   a alma é o elemento mais sensível que o universo conhece. Ela é a parte inerente ao homem da sensibilidade Divina. Ele próprio a fez assim;
b)  a alma, depois que o homem se separou de Deus, deixou de ser controlada pelo espírito e passou a receber as impressões do mundo exterior, sendo por ele seduzida e influenciada. Recebendo ainda a herança dos valores do mundo. Nossa alma recebe heranças de quatro fontes:

1-  do mundo caído (Ef. 2:2,3);
2-  do legado as vezes negativos de nossos pais (Jr. 16:10-11), que incluem suas heranças familiares, seus comportamentos (injustiça, cobrança), suas agressões verbais e físicas, suas expectativas irreais a nosso respeito ou mesmo rejeição (desprezo, abandono, indiferença);
3-  do conflito entre o bem e o mal (Rm. 7:19);
4-  sugestões e agressões do mundo espiritual (Ef. 6:12).

ALGUMAS FERIDAS OU DOENÇAS DA ALMA

A alma sofre desajustes que se tornam enfermidades, feridas. Vejamos o exemplo de algumas destas enfermidades emocionais:

a)   sentimento de rejeição – é o sentimento , de não ser amado adequadamente, de não sentir que fomos e somos amados só pelo fato de sermos gente;
b)  auto-estima baixa – é sentir-se inadequado a vida, errado, não acerca deste ou daquele assunto, mas como pessoa. É sentir-se melhor que outras pessoas;
c)   solidão – se sente ou vive só, mesmo rodeado das pessoas (Pv. 18:1);
d)  sentimento de culpa – irreal, não detectada ou definida;
e)   mentira – não apenas em palavras, mas também de atitudes. A pessoa passa a vestir uma “mascará” diante das outras;
f)    ressentimento – mágoas por ofensas recebidas que ficaram guardadas;
g)   medo – um sentimento neurótico, sem causa justificável;
h)  depressão – a pessoa perde o gosto pela vida, passa a sentir uma tristeza profunda, da qual não consegue escapar;
i)    timidez – incapacidade de lutar pelo que almeja, de enfrentar as situações da vida com ousadia;
j)    ansiedade – origina-se de um sentimento de insegurança: comer muito trabalhar em demasias e etc., podem ser sintomas de ansiedade;
k)  ira descontrolada – a pessoa não tem domínio sobre sua ira;
l)    problemas de sexualidade – homossexualismo, lesbianismo, desvios de conduta, etc.;
m)   desconfiança – a pessoa não consegue se relacionar com outras normalmente, por achar que  novamente se decepcionará;
n)  vícios – de diversos modos (drogas, álcool, fumo, hábitos errados, nocivos e etc.).

Há muitas outras feridas, além das citadas acima, como conseqüência dos desajustes sofridos pela personalidade durante sua vida. Há porém, solução para todas elas, quando estamos em Cristo!

VI – PORQUE A LIBERTAÇÃO EMOCIONAL

Ao nascer de novo, como Jesus disse a Nicodemos, em Jo. 3:3, é o espírito do homem que nasce de novo (II Co. 15:17). A alma e a carne não morreram, apenas foram contaminadas pela influência do homem caído, pelo sistema do mundo, pela cultura humana e até mesmo pelas forças das trevas. Expostas à Palavra de Deus, são transformadas diariamente. Tg. 1:21-25 diz que a salvação da lama (mente) vem pela prática da Palavra, não só pelo ouvir. Paulo diz o mesmo, em Rm. 12:2, “transformai-vos pela renovação da vossa mente”... “ apresenteis os vossos corpos”... O apóstolo fala de restaurar, renovar a mente ou a alma.

VII – PASSOS PARA A CURA DAS ENFERMIDADES EMOCIONAIS

Mesmo após nos tornarmos cristãos, precisamos tomar alguns passos para a restauração emocional. Vejamos alguns deles:

1-     conhecer a Palavra de Deus (Hb. 4:12; Sl. 19:7; II Tm. 3:16-17);
2-     arrepender-0nos e confessar os pecados (Tg. 5:16);
3-     perdoar (Mt. 18:34-35);
4-     permitir a operação diária da Cruz de Cristo (Gl. 5:19-20; 6:14-15);
5-     ser transparente e honesto ao buscar ajuda (Mc. 10:50);
6-     buscar a ajuda da Igreja através de ministérios específicos (I Tm. 4:13, 16).

No ministério Comunidade Cristã, temos um Núcleo de Aconselhamento onde psicólogos cristãos e pastores atendem diariamente, auxiliando casos de traumas emocionais.

Ø  Memorize: “Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino, raciocinava como menino. Mas logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino” (I Co. 13:11).

Por: Cleber Reanato

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Temas para Missões

Frases marcantes de: Oswald Smith

Esboço de Sermão: Josué - Vencendo os Desafios da Vida