A Parábola do Semeador



A Parábola do Semeador

Resumo: Mediante e descrição da parábola do semeador, verificaremos através deste estudo a importância que se tem de cultivar bem a semente (Palavra de Deus) em terra boa (No Coração). “para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça...”


Texto: “E dos que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a palavra, e a recebem, e são fruto, um, a trinta, outro, a sessenta, e outro, a cem por um”.
Marcos 4.20.

Jesus em seu ministério terreno, enfatizou a cerca da salvação que “muitos são chamados, mas poucos são escolhidos” Mateus 22.14. Para ser salvo conforme a Bíblia é necessário crer em Jesus Cristo e permanecer nele através de uma fé inabalável até o fim, porém muitos não permanecem na fé e retrocedem por causa das lutas, adversidades e as tentações que o mundo oferece. Certamente para permanecer em Jesus é preciso renunciar a si mesmo e entrar pela porta estreita e seguir no caminho apertado. Jesus na parábola do semeador procura esclarecer aos seus seguidores a importância da semente semeada em boa terra, afim de que todos venham permanecer Nele independentes das circunstancias que vierem.
O coração neste contexto representa a terra que será cultivada e a semente por sua vez é a Palavra de Deus que é plantada em nossos corações – Salomão disse que de tudo o que deve guardar, guarda o seu coração por que dele procede as saídas da vida e o mesmo Jesus disse que do coração sai os maus pensamentos, portanto quando recebemos a Palavra de Deus em nossos corações é de responsabilidade nossa cultivar esse terreno com o adubo da presença do Espírito Santo em nossas vidas afim de que nada venha nos tirar da presença do Senhor e assim venhamos produzir frutos para o Reino de Deus.
Na sua explicação Jesus mostra que as primeiras sementes em que caíram junto ao caminho e foi comidas pelas aves, simbolizando que muitos ouvem de inicio a Palavra com bom grado, porém vem Satanás e tira a Palavra do coração daqueles que ouviram. Não deixa satanás tirar a Palavra de Deus do seu coração, porém faça como o salmista “escondi sua Palavra em meu coração para não pecar contra ti” está aí o primeiro segredo: guardar a Palavra no coração, esconder no profundo de nosso ser com todo amor e cuidado, para que a semente não venha ficar exposta as garrar de satanás. A segunda porção de sementes caíram nos pedregais, e não possuindo raiz profunda o sol as queimou e elas secaram, Jesus mostra que estes são os que ouvem a Palavra e com prazer recebem, portanto não tendo raiz logo vem a tribulação e a perseguição e simplesmente desfalecem, é o verdadeiro retrato de muitos crentes que no inicio de sua jornada se alegram e estão bem ativos na igreja, mas não tem raiz profunda, não limpam o terreno tirando as pedras de tropeço, não procuram se aprofundar na Palavra, na Oração, na Comunhão e são pegos de surpresa quando vem as lutas e perseguições e por isso não suportam e desfalecem. Sejamos sóbrios procuremos fortalecer nossas raízes na Videira Verdadeira, arraigados e edificados Nele em nosso Senhor Jesus, para que as circunstâncias dessa vida não venha nos abater e nos desanimar.
A terceira quantidade de sementes caiu entre os espinhos, e crescendo os espinhos sufocaram a semente e não deu fruto, este episódio simboliza os que ouvem a Palavra, porém os cuidados desse mundo, as ambições (desejos impuros) sufocam a Palavra de Deus impedindo a transformação dessa pessoa. Devemos ter o cuidado de não deixar que os espinhos venham brotar em nosso terreno para que a semente venha germinar e crescer sem nenhum impedimento e assim produzir o fruto necessário. Por fim Jesus conclui a parábola com a quarta quantidade de semente que cai em terra boa e que essa por sua vez venha produzir muitos frutos. Note que o terreno está bem cultivado (ou seja em terra boa), está limpo das pedras e espinhos; Jesus declara que bem-aventurado é aquele que tem o coração limpo (terreno limpo) porque eles verão a Deus Mateus 5.8, o salmista declara cria em mim, ó Deus um coração puro e renova em mim um espírito reto Salmos 51.10.
Para que realmente venhamos produzir frutos temos que possuir nossos corações centrados na vontade de Deus e assim venceremos os obstáculos que vierem contra nós. Se você tem pregado a Palavra de Deus, procure cultivar o terreno antes de anunciar as Boas-Novas através da oração e com certeza o Espírito Santo que convence o homem do pecado estará preparando o coração dos ouvintes e assim Deus fará a semente, a Palavra brotar nos corações.... Eis que o semeador saiu a semear..... 

Por: Cleber Renato da Silva
http://cleberrenato.olhaki.net/

Comentários

  1. Parabéns pelo texto, concordo plenamente que precisamos preparar o terreno antes de semearmos.
    Esta parábola nos ensina a semearmos a Palavra de Deus e também nos incentiva a não esmorecermos quando não colhemos de imediato os frutos.Devemos semear "a tempo e fora de tempo."
    Abraços

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Temas para Missões

Frases marcantes de: Oswald Smith

Esboço de Sermão: Josué - Vencendo os Desafios da Vida